Saiba tudo sobre a vacinação de cães e gatos

AS PRINCIPAIS VACINAS PARA CÃES E GATOS  .

O calendário de vacinação de cada animal deve ser personalizado de acordo com os riscos e necessidades individuais, avaliados pelo médico veterinário.

A imunização de cães e gatos filhotes se inicia aos 45 a 60 dias de vida do filhote e, até completar todo o esquema de vacinação, eles não devem ser expostos a situações de risco, como passear na rua, pracinhas ou parques e entrar em contato com outros animais não vacinados, já que nesse período estão extremamente susceptíveis à contrair doenças graves.

Após o esquema inicial de vacinação dos filhotes as vacinas devem ser reforçadas anualmente por toda a vida do animal.

Principais vacinas para os cães:

Múltiplas V10 ou V8: Previne doenças como Parvovirose, Coronavirose, Cinomose, Leptospirose, Hepatite Infecciosa Canina, Parainfluenza Canina, Adenovirus Tipo 2.
A proteção contra estas doenças dura 1 ano, com exceção da Leptospirose que a vacina previne por apenas 6 meses. Por este motivo deve ser realizado o reforço vacinal contra a Leptosirose após 6 meses da aplicação da V10 ou V8.

A primeira dose da vacina múltipla é feita em filhotes com 45 a 60 dias de vida e devem ser realizados 2 reforços com intervalos de 21 dias. Posteriormente, deve ser repetida anualmente.

Anti-rábica: Previne a Raiva, uma zoonose caracterizada principalmente por sintomatologia neurológica grave e que, em quase 100% dos casos, leva a óbito rapidamente.
Após 30 anos livres de casos de Raiva na cidade de São Paulo, foi relatado um caso de Raiva em um gato na zona sul de São paulo em dezembro de 2011, alertando a população sobre a importância da vacinação anti-rábica de todos os animais domésticos.

A vacinação anti-rábica pode ser iniciada em filhotes de 3 a 4 meses de idade e, posteriormente, é repetida anualmente.

Tosse dos Canis: Também conhecida como Gripe Canina, é uma doença viral altamente contagiosa entre os cães e que, geralmente, está associada a infecção bacteriana secundária das vias aéreas superiores, podendo levar a pneumonia nos casos mais graves. É recomendada a vacinação contra a gripe canina para os cães passeadores, que frequentam ou frequentarão pracinhas, parques, creches caninas, hotelzinhos e pet shops.

A vacina é inicialmente aplicada em filhotes com idade a partir de 2 meses. Deve ser realizado um reforço após 21 a 30 dias e, posteriormente, é repetida anualmente.

Giardíase Canina: A Giardíase é uma doença causada pelo protozoário flagelado Giardia lamblia que acomente principalmente a porção superior do intestino delgado de cães e gatos. É considerada uma zoonose (doença transmitida ao homem pelos animais), sendo muito importante a proteção tanto dos animais de estimação quanto da família.
A vacinação contra a Giardíase estimula o animal a resistir ao parasita, sendo uma solução efetiva em longo prazo para o controle desta enfermidade parasitária, já que a imunidade natural contra Giárdia é de curta duração.

A vacina é inicialmente aplicada em filhotes com idade a partir de 2 meses. Deve ser realizado um reforço após 21 a 30 dias e, posteriormente, é repetida anualmente.

Leptospirose: Zoonose causada por uma bactéria transmitida principalmente pela urina de rato contaminada. Aumenta a quantidade de casos dessa doença em épocas de muitas chuvas, quando também aumentam os riscos de enchentes que facilitam a sua disseminação. Pode levar a insuficiência renal agúda e em muitos casos o animal pode vir a óbito.

A vacina contra a Leptospirose deve ser utilizada como complementação à vacina múltipla canina (V10 ou V8), mais especificamente 6 meses após a aplicação da múltipla.

Principais vacinas para os gatos:

Tríplice Felina: Previne doenças como Rinotraqueíte, Calicivirose e Panleucopenia Felina.

Quádrupla Felina: Previne as doenças da Tríplice e a Clamidiose.

Quíntupla Felina: Previne as doenças da Quádrupla e a Leucemia Felina.

A primeira dose da vacina múltipla felina (tríplice, quádrupla ou quíntupla) é feita em filhotes com 45 a 60 dias de vida e devem ser realizados 2 reforços com intervalos de 21 dias. Posteriormente, deve ser repetida anualmente.

Anti-rábica: Previne a Raiva, uma zoonose caracterizada principalmente por sintomatologia neurológica grave e que, em quase 100% dos casos, leva a óbito rapidamente.
Após 30 anos livres de casos de Raiva na cidade de São Paulo, foi relatado um caso de Raiva em um gato na zona sul de São paulo em dezembro de 2011, alertando a população sobre a importância da vacinação anti-rábica de todos os animais domésticos.

A vacinação anti-rábica pode ser iniciada em filhotes de 3 a 4 meses de idade e, posteriormente, é repetida anualmente.

Proteja a saúde do seu melhor amigo e da sua família, vacine e vermifugue seu animal regularmente!

No Comments Yet.

Leave a comment