Acompanhamento Gestacional

A espera do filhote é um momento de muita felicidade para toda a família, porém deve-se lembrar que existem cuidados especiais para a mãe e para os filhotes durante todo o período desde o início da gestação da cadela, até os primeiros dias pós-parto.

Antes do parto

A nutrição correta é muito importante durante a gestação, utilize uma alimentação balanceada e de alta qualidade. Nunca administre ao animal suplementos vitamínicos ou minerais sem orientação veterinária, pois podem causar desequilíbrios nutricionais. Nas primeiras seis semanas de gestação, alimente a cadela com a quantidade que ela está acostumada, aumentando gradativamente durante as últimas três semanas, pois as necessidades calóricas aumentam.
Durante as últimas três semanas, ofereça a ração em pequenas quantidades, várias vezes ao dia, porque o útero da cadela aumenta de tamanho no final da gestação, reduzindo a capacidade do estômago.
Escolha com cuidado uma área segura, isolada e silenciosa. Providencie uma caixa, de fácil limpeza, para que a cadela tenha os filhotes.
Forre a caixa com um tapete ou cobertor fornecendo aos filhotes melhores condições para amamentação e movimentação.

Durante o parto

O primeiro estágio de trabalho de parto dura de duas a doze horas. A cadela mostra sinais de “aninhar”, excitação, arquejar, tremores e perda de apetite.
O segundo estágio se inicia com fortes contrações e com a saída de um líquido aquoso através da vagina. A medida que cada filhote nasce, a cadela retira a pequena membrana que o envolve. Os filhotes poderão se sufocar se esta membrana não for retirada de suas narinas logo após o parto. O intervalo normal entre o nascimento dos filhotes é de 30 a 60 minutos, porém períodos de descanso são normais, principalmente se a cadela estiver dando a luz a uma ninhada grande.
Quando as contrações durarem mais do que uma hora, os períodos de descanso durarem mais do que quatro horas ou se não nascer nenhum filhote uma hora e meia após a saída do líquido aquoso será preciso intervenção veterinária.
Durante o terceiro estágio do trabalho de parto, a cadela expele a placenta, comendo-a em seguida e mastiga o cordão umbilical dos filhotes, isso é natural e benéfico para a mamãe.

Após o parto

Você deve examinar as glândulas mamárias da cadela todos os dias. Estas glândulas fornecem colostro e leite para os filhotes. Se estiverem firmes e doloridas podem indicar mastite, uma inflamação da glândula mamária. Se o problema for observado nos primeiros dias, é aconselhável a aplicação de compressas quentes ou a retirada do leite (ordenhar) duas a quatro vezes ao dia evitando que o problema se torne mais sério.
Os filhotes deverão ser examinados pelo veterinário logo após o nascimento. Os filhotes devem ingerir o colostro nas primeiras 24 horas. Os filhotes devem ganhar peso diariamente, porém é normal uma pequena diminuição de peso no primeiro ou segundo dia após o nascimento. Perda de peso ou ausência de ganho de peso podem representar sérios problemas.
Os filhotes não regulam a própria temperatura corpórea, você deve mantê-los aquecidos nas duas primeiras semanas de vida. Os filhotes devem ficar com a mãe durante as primeiras semanas, ela irá alimentá-los, mantê-los aquecidos, estimulá-los para urinar e defecar e ensiná-los a interagir com o meio.
O desmame é feito aos 45 dias de vida do filhote sob orientação veterinária.

Comments are closed.